Vodka com Energético

Vodka com energético

Vodka com Energético uma das bebidas mais consumidas nas baladas!

Olá galera, esperamos que continuem curiosos sobre o surpreendente mundo da coquetelaria, pois nós estamos produzindo novidades para vocês! Hoje o nosso assunto é sobre a mistura mais popular das baladas, a VODKA COM ENERGÉTICO!
Há muitas teorias sobre esse hábito tão comum, principalmente entre os jovens, e as mais difundidas nos meios de comunicação é a de que não trazem tantos benefícios assim, muito pelo contrário.

Energetico com Vodka

Como já dizia Mr. Catra na célebre citação “whisky e energético a gente zoa”, e como todas as coisas desse mundo temos que ter moderação, onde o excesso faz mal, podemos incluir na lista esse drink, já que ele pode potencializar o risco de arritmias, pode alterar a percepção, enganar o sono além de ter efeitos colaterais pelo uso da principal substância presente nos energéticos, a cafeína, pois além de causar dependência e enganar o organismo, diminuindo a sensação de dor e cansaço. Mas o maior risco, de fato é que a mistura mascara os efeitos do álcool no organismo, pois não sentimos que estamos ficando bêbados “em tempo real”, e então bebemos mais.

Médico vodka com energético

Segundo os médicos especialistas, adultos podem ingerir no máximo 2,5 miligramas de cafeína por quilo de peso, ou seja, uma mulher de 60 kg deveria consumir apenas 150 miligramas de cafeína, porém, nos energéticos (dependendo da marca), a quantidade de cafeína varia de 80 até 500 miligramas, o que também pode causar uma espécie de intoxicação no organismo, apresentando sintomas como ansiedade, insônia, desconforto no estômago, tremores, taquicardia e agitação.
Já existiram mortes constatadas pelo uso excessivo de energéticos, mas que na prática, nada mais foram do que casos de intoxicação por cafeína, e na maioria dos casos em menores de 18 anos. Portanto, principalmente se for alérgico ou sensível ao café, por exemplo, muito cuidado. A vodka com energético, pode ser uma bomba relógio.
Para os consumidores são muitos os motivos para o consumo, pois além de ser a última moda, o energético misturado com vodka disfarçam o gosto do álcool (principalmente no caso de destilados) e ajudam a esticar a balada, além de ser estimulante, o energético carrega o mito de anular alguns dos efeitos do álcool, pois a bebida reduz a sensação de sonolência, mas os reflexos continuam mais lentos.

É importante ressaltar que, se por algum motivo você decidir tomar uma Vodka com Energético vamos lhes ensinar a forma correta de preparação.

  1. Utilize um copo Longo;
  2. Coloque de 3 a 5 Pedras de gelo;
  3. Adicione de 50 a 100 ml de Vodka, isso vai depender de quantos ml tem seu copo;
  4. Complete com energético de sua preferencia;

Essa é a maneira correta de se preparar Vodka com Energético.

Como pesquisas atuais vêm comprovando que o consumo de álcool com energéticos pode estimular o alcoolismo, aumentar a disposição para beber (a pessoa fica mais tempo em uma balada ou bar bebendo, por exemplo), e se tornam mais suscetível aos problemas relacionados ao consumo de álcool pois disfarçam o que o corpo esta realmente sentindo, como mais machucados, mais acidentes ou até mesmo enfrentar problemas sexuais. As pessoas não ficam tão bem quanto pensam e podem inclusive dirigir de maneira arriscada, lembrando que os órgãos do corpo são afetados da mesma maneira, você sentindo ou não.
Por outro ângulo, a venda de energéticos é autorizada no Brasil desde 1998 pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária a ANVISA, onde também não precisam de registro, pois alegam que o produto é seguro, já que não existe nenhuma proibição quanto a comercialização dessas bebidas por parte inclusive, da Comunidade Européia.
Alguns fabricantes de energéticos mais populares do mercado, dizem que não existe nenhum indício de que o uso associado ao álcool tenha qualquer efeito, positivo ou negativo, comprovado por autoridade estrangeiras pois, na prática não tem interação nenhuma entre a taurina, a glucoronolactona, a cafeína e o álcool, mesmo durante atividade física onde o metabolismo é mais rápido

Vodka com energético red-bull

As empresas também alegam que um consumo moderado de cafeína (correspondente a menos de 400 mg por dia, o que equivalente a 5 latinhas do energético) não afeta negativamente a saúde cardiovascular, além de ser vendido em mais de 160 países, sempre liberado sem restrições das autoridades de saúde do mundo todo, já que concluíram que o seu consumo é seguro.
O que o “outro lado da história” alega, é que as embalagens devem conter obrigatoriamente a advertência de que crianças, gestantes, nutrizes, idosos e portadores de enfermidades devem consultar o médico antes de consumir o produto, e que seu consumo não é recomendado em conjunto com bebidas alcoólicas. Já a própria ANVISA diz que o primeiro alerta deve ser de que o produto tem uma elevada quantidade de cafeína em sua formulação, e ressalta que a restrição à associação com álcool é feita pois pode potencializar os efeitos da bebida alcoólica e fazer com que o usuário tenha um julgamento errado sobre seu estado de embriaguez, com sinais de maior sensibilidade, como palidez, aceleração do coração, aumento da pressão, presença de ansiedade, insônia, desconforto no estômago, tremores, taquicardia, agitação, principalmente.

Absolut Vodka com energetico
Já que a composição básica de uma bebida energética normalmente é feita de carboidratos, taurina e a cafeína, onde os carboidratos, são aqueles transformados pelo nosso corpo em calorias que nos servem de energia, a taurina é intimamente ligada ao metabolismo pois intensifica a manutenção das reações metabólicas no nosso organismo, acelerando o processo de excreção de substâncias não utilizadas por nosso corpo e intensificando o trabalho da insulina. Já a cafeína é a principal causadora da sensação “energética”. Responsável pelo aumento do metabolismo, ela te deixa mais atento e com mais foco nas tarefas que desempenha, diminuindo a sensação de sonolência. O problema é que para usufruir de todos esses benefícios a quantidade de cafeína tem que ser a correta. Ressaltamos que por definição da ANVISA, a dosagem nas embalagens dos energéticos das substâncias é a de que seja no máximo 400 mg/100ml de taurina e o máximo 35 mg/100 ml de cafeína.
Ao mascarar o paladar do gosto forte das bebidas alcoólicas, principalmente da vodka, com o sabor adocicado do energético (que também é altamente diurético) pode-se provocar o aumento da freqüência cardíaca e insônia, além de facilitar a ingestão de maiores quantidades da bebida, levando a uma intoxicação alcoólica.

absolut-elyx-vodka-com-energético

Portanto, o consumo de vodka com energético, assim como se associado a outras bebidas, não é o problema maior, e sim a quantidade em que é consumida! Aproveite e nunca se esqueça daquele célebre frase dos comerciais de TV:

Aprecie com moderação!

Esperamos que vocês tenham gostado em breve traremos outras curiosidades 😉

3 Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *